Toda vez que Vionne, a fada das núpcias, visitava uma donzela ao por-do- sol, deixando-lhe uma pétala de lírio, o destino era mais que certo: a moça agraciada conheceria seu esposo na aurora seguinte. Ao retornar de cada visita, Vionne dedicava sua noite a talhar, na gruta secreta de sua morada, o destino das belas e doces noivas do amanhecer. A lenda não revela com precisão a localização da gruta, cuja única alusão fora estar à esquerda de quem sobe às minas de cristais, esculpida em sete salões.

(História fictícia, baseada no mito da gruta do Monge: a Fada de Sintra.)

Setembro traz a primavera, e para mim, muita inspiração.

Romantismo, luxo, simplicidade… tudo isso está me cercando e influenciando para o próximo ano.

Um conto de fadas da vida real… é assim que quero que todas as minhas noivas se sintam ao vestir um db.

Uma pequena amostra do que está por vir.

Muitas novidades a partir de hoje! 2013 chegou ao atelier!

Um comentário

Deixe seu comentário!